• Trabalho Capital Greve Geral

    02/03/2020

  • O Depósito Caótico

    12/06/2019

    O Depósito Caótico: A Vida Social na Coleção Norlinda e José Lima
    Curadoria de Miguel Amado

    11 de Maio a 17 de Novembro 2019

    Centro Artes Águeda
    Rua Joaquim Valente Almeida, nº 30 3750-154 Águeda

    “A exposição inspira-se no ato de colecionar, múltiplo e disperso por natureza, espécie de incessante acumulação desordenada de objetos. Tal ecoa no título, O Depósito Caótico, tomado de empréstimo de uma obra de Artur Barrio, e utilizado como metáfora para ilustrar tanto o efeito da ação do colecionador quanto a lógica subjacente à exposição.

    O modo de mostrar as obras baseia-se nas afinidades visual, intelectual, emocional ou espiritual que emergem entre si quando colocadas em diálogo, formando zonas de contacto. Para além do sentido que cada obra possui, a sua junção estabelece, então, constelações de imagens e assuntos. A exposição traduz, pois, visões do mundo tanto as dos artistas quanta a do colecionador.”

    Com: A. R. Penck, Ana Laura Aláez, Ana Vieira, Anna Moreno, Armando Alves, Artur Barrio, Bernard Rancillac, Carla Cruz, Carolina Antoniadis, Corneille, Cristina Cañamero, Dan Graham, Daniel Steegmann Mangrané, Eduardo Arroyo, Francisco Tropa, Helena Almeida, Jaume Plensa, João Pedro Vale &, Nuno Alexandre Ferreira, Joaquim Rodrigo, Jorge Galindo, José Bechara, José de Guimarães, José Manuel Ciria, José Manuel Vela, Karel Appel, Mabunda, Malangatana, Marianne Keating, Markus Lupertz, Marta María Pérez Bravo, Mauro Cerqueira, Mimmo Rotella, Robert Combas, Santiago Sierra, Susanne S. D. Themlitz, Torben Giehler, Valerio Adami, Victor Mira, William Wegman, Yonamine

  • Workshop Womanart I

    03/06/2019


    Pretende-se com este Workshop, realizado no âmbito do projecto Mulheres, Artes e Ditadura. Os casos de Portugal, Brasil e Países Africanos de Língua Portuguesa, propor à reflexão e ao debate um conjunto de tópicos de natureza interdisciplinar em sessões de trabalho conduzidas por especialistas/artistas nas áreas em foco no projecto, nomeadamente a literatura, as artes visuais, a fotografia, o cinema, o documentário e a performance.

    Em sintonia com o projecto, este Workshop tem como principal objectivo dar visibilidade à presença das mulheres enquanto criadoras nos cânones literários e artísticos e contribuir através de estudos de caso situados para uma releitura e reinterpretação dos cruzamentos entre a História e a história das artes, a questão da Censura, do Inter/dito e do Silêncio.

    As/os especialistas convidados/as, que incluem artistas e performers, focarão o trabalho produzido por mulheres artistas de diferentes perfis, distintas gerações e diferentes geografias, que abordam na sua prática artística os regimes autoritários/ditadura, engendrando discursos críticos de resistência, narrativas de resiliência e de afirmação identitária.

    Rui Miranda (Professor associado – Universidade de Nottingham, Reino Unido)
    Mariana Pinto dos Santos (investigadora – Instituto de História da Arte – FCSH-UNL)
    Teolinda Gersão (escritora)
    Luísa Sequeira (realizadora e investigadora)
    Carla Cruz (artista plástica e investigadora em Prática Artística)
    Bárbara Santos (performer e coordenadora artística KURINGA/ Teatro das Oprimidas)